Da ultima vez que por cá estive, abordei o assunto sobre qual a melhor escolha para um consultor: câmera fotográfica ou telemóvel. Neste artigo, conclui dizendo que de uma próxima vez iríamos abordar o  assunto do ficheiro RAW, um tipo de ficheiro que está agora disponível  nos telemóveis. Neste intervalo de tempo, percebi que houve um aumento significativo de telemóveis que podem fotografar neste formato de imagem. Já não estamos restritos nos telemóveis ao ficheiro jpg. Mas qual a diferença entre raw e jpg?

A diferença mais importante que um consultor imobiliário deve ter em mente é: o ficheiro raw é um ficheiro pesado e que necessita ser trabalhado em algum software, enquanto que o ficheiro jpg é um ficheiro menor e a imagem já está “pronta”, no mínimo o que tens que fazer é descarregar as imagens do telemóvel para o computador.

Os consultores estão sempre a falar sobre o tempo. Não há tempo para nada, exceto para angariar, colocar as informações do imóvel no sistema ou site, buscar o que alguns clientes andam a procura, fazer visitas e fechar contratos.

Não há tempo para muito mais.

Portanto, vamos lá deixar o ficheiro RAW para os fotógrafos profissionais e vamos focar no tratamento do ficheiro jpeg, que é o ficheiro produzido pelo telemóvel normalmente.

Nenhuma fotografia digital está pronta para ser partilhada especialmente no que se trata de fotografias de casa. Uma situação que confirma o que eu digo é o número infinito de Apps que trabalham as fotografias.

Dito isto, vamos concentrar-nos no que é preciso. Seja qual for o app com o qual mais te identificas, o mais importante é trabalhar quatro pontos:

  • Ângulo;
  • Linhas retas;
  • Luz;
  • Contraste.

Creio que não preciso abordar o assunto dos ângulos pois já foi dito em exaustão logo no primeiro e segundo artigo do Blog, acerca do restante falaremos agora.

Em geral, nas melhores apps, há três formas de acertar uma fotografia: Verticais, horizontais e um “automático” que em princípio ajusta como deve ser. Neste artigo escolhi a App Adobe Photoshop Express, para vos mostrar o tratamento básico.

Escolha uma fotografia

Depois vá a ferramenta corte e escolha o “Transform” e se queres trabalhar as linhas verticais, horizontais ou o automático.

Eu escolhi o automático e veja a diferença

Depois siga para os ajustes e trate da luz. Busque deixar a imagem clara mas sem excesso. A pessoa que busca por casas na web não quer ver fotografias escuras, mas sim fotografias que lhes dê uma noção do espaço.

A seguir os Efeitos, onde pode deves trabalhar os contrastes. A ferramenta contraste trabalha a diferença de luz, tons e cores, verás mais ou menos intensidade ao trabalhar nesta ferramenta.

Por fim, vá para os detalhes e trabalhe sobretudo a nitidez. Fotografias tremidas ou desfocadas não resultam mesmo com toda a nitidez. Cuidado com o excesso, pois isso também estraga a fotografia.

Depois de tudo isso, se acha que não resultou, pode sempre carregar unicamente no botão do automático e o photoshop fará tudo o que foi descrito anteriormente por si. Em geral, resulta bem.

Verdade seja dita que o resultado jamais será como o de uma câmera, mas será bom o suficiente para que coloques rapidamente o seu imóvel online para que todos possam ver.

Antes

Depois

Agora vá, experimente e trate as suas fotografias em menos de um minuto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *