Costumo dizer, que mais vale a menos do que a mais. Por isso a 1ªcoisa a fazer é tirar todos os móveis que estão a mais, que impedem que se circule com facilidade.

Deixar ficar o essencial conseguindo no entanto que a casa não fique despida de conforto.

Claro que como referi em artigos anteriores devem-se tirar as fotografias pessoais e fazer aquilo que os americanos chamam de´´ Decluttering“, ou seja, fazer uma limpeza geral a objetos que estão a mais e não servem para nada. Se não houver hipótese de guardar numa arrecadação, pelo menos pôr em caixas, organizar e não deixar tudo espalhado . No fundo é retirar o lixo visual. Diria que isto já é um grande começo e não tem custos altos.

De seguida podemos fazer uma revisão aos têxteis. As cortinas muitas vezes tem padrões intensos e podem ser substituídas por padrões mais lisos com cores neutras como os brancos, os cinzentos claros ou beges . Hoje em dia já se consegue comprar este tipo de produtos por preços bem acessíveis. O mesmo se pode fazer com as almofadas. Se for preciso trocar um tapete que está bastante velho ou tem cores garridas, também já é possível por um preço não muito alto.

Pintar as paredes de branco é sempre uma boa opção, porque o branco agrada a quase todos e torna os espaços sempre mais amplos.

A luz numa casa é sempre um fator importante e muitas pessoas abdicam de espaços de grandes dimensões em favor de espaços bem iluminados. Falo de luz natural ou de luz artificial. Ambas são objeto de estudo. Na primeira hipótese, é sempre ou quase sempre uma mais valia uma casa com boa exposição solar. No entanto acontece muitas vezes não estar devidamente aproveitada sendo ofuscada por móveis ou cortinas opacas e escuras.

Convém chamar à atenção do proprietário se assim for a circunstância. Pode-se também dar o caso de o espaço estar virado a norte e para ajudar à escuridão as cortinas serem escuras e pesadas. Neste caso talvez seja melhor optar pelas transparentes ou mesmo tirá-las de todo. Tudo depende do contexto. Quando falamos de luz artificial, porque pode-se dar o caso de a visita ser feita sem luz solar, há que verificar se os espaços estão bem iluminados, se não há cantos escuros que tornam a casa mais acanhada.

Claro que existem ainda outros truques para disfarçar os aspetos menos positivos da casa e fazer sobressair os aspetos positivos.

É para isso que serve uma/um Home Stager.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *