Um safari numa selva, representada por um mercado em desequilíbrio entre oferta e procura é uma verdadeira aventura para quem pretende “caçar” e verifica que a oferta está cada vez mais escassa. O cliente final, ou seja, o comprador, tem que literalmente que se lançar numa expedição complicada onde terá uma grande dificuldade de encontrar a casa que pretende ao preço que pode pagar, sendo que o leque de escolha se apresenta cada vez mais reduzido. Ao final de pouco tempo, torna-se evidente a necessidade de procurar apoio.

A consulta de um profissional que, de preferência, seja especialista da zona onde o cliente comprador pretende comprar é crucial, pois são estes profissionais que prospetam o mercado de forma incessante e reúnem informação exclusiva para o comprador, informação que devido à elevada procura não chega muitas vezes ao mercado, mas sim a uma carteira de clientes compradores prontos para uma aquisição.

O profissional de mediação imobiliária tem também a grande responsabilidade de filtrar esta informação antes de a passar para o comprador, debate-se muitas vezes com dificuldades em obter informação e na sua organização para conseguir chegar a imóveis disponíveis a valores credíveis. Sim, disse credíveis porque muitas vezes (a maioria das vezes) a informação que está na internet, encontra-se deturpada, distorcida, ultrapassada e principalmente, repetida, dando uma ideia menos clara e muitíssimo afastada da realidade de mercado. Vejamos, como agente deve muitas vezes debater-se com esta dificuldade: tem de fazer um estudo de mercado baseado na oferta disponível e tenta obter informação atualizada e correta de forma rápida, mas apercebe-se que está perante uma tarefa que apesar de não ser impossível, torna-se cada vez mais complexa e demorada, afinal, quantas horas demoraria a fazer este estudo de mercado? Algumas horas, uma manhã, um dia? E mesmo assim, será que poderia enganar-se com o excesso de duplicação de dados existentes? Provavelmente sim, mas levaria mais tempo que desejaria e sempre com sentimento de alguma dúvida na informação obtida.

É perante este cenário que a inteligência artificial o pode ajudar e trabalhar por si para o libertar para funções mais estratégicas e relacionais, pois hoje já é possível fazer este trabalho complexo, árduo e burocrático recorrendo a tecnologia disponível desenvolvida numa aplicação com base em inteligência artificial e que tem como único objetivo a melhoria da sua eficiência de forma quase imediata e altamente precisa. É a proposta da Casafari, uma aplicação que tem como principal objetivo o estudo e sistematização de toda a oferta de imóveis que existe na internet que a torna capaz de responder de forma imediata e altamente assertiva a perguntas como:

  • Quanto imóveis existem na realidade para venda numa determinada zona?
  • Qual a sua tipologia?
  • Quais as empresas que os estão a promover ou já promoveram?
  • Há quanto tempo esses imóveis estão em venda?
  • Quais os seus valores atuais e o histórico de alterações?
  • Quais foram as baixas de preço?
  • Quantas rescisões de contratos de mediação imobiliária já houve e com que empresas?

Imagine-se a obter esta informação de forma imediata e fidedigna, fantástico certo? Com App Casafari pretende-se separar o trigo do joio, pondo definitivamente a claro quais as empresas de mediação imobiliária que trabalham em aberto e em exclusivo, quais os imóveis que estão a ser comercializados a diferentes valores, e quais as agências que utilizam diferentes fotos para (intencionalmente ou não) lançar a confusão no mercado e tornar a vida do comprador e dos profissionais de mediação imobiliária mais difícil.

Na minha opinião é apenas o princípio para o caminho de transparência de mercado que forçosamente agrada a todos os profissionais, mas também ao consumidor final, seja ele comprador ou vendedor, uma transparência que será fortificada num futuro muito próximo com a aplicação correta e generalizada da georreferenciação e dos programas de MLS.

Mas vejamos como funciona a App da Casafari na prática para que possam refletir sobre o seu valor:

Na Angariação

Quando faço prospeção e ligo para um proprietário através do contacto que consegui obter na internet, iriei conseguir dizer ao meu potencial cliente (seja ele FSBO – For Sale By Owner, ou cliente que já está a trabalhar com outros colegas em aberto) o ponto da situação atual da promoção do imóvel, informando-o de factos que possivelmente ele já nem se lembra, ou nunca pensou como: há quanto tempo tem a sua casa à venda; quantas mediadoras estão a promover o seu imóvel; quantas baixas de preço já houve e quais são os imóveis que são os seus reais concorrentes diretos.

Na minha opinião, é uma vantagem competitiva que pode oferecer logo no primeiro contacto.

Mais tarde e já na elaboração no Estudo de Mercado, ou Análise Comparativa de Mercado se preferirem, será muito mais fácil, rápido e assertivo (verdadeiro) elaborar a proposta para os valores de Asking Price, ou seja, os valores da oferta.

 

Na Venda

Também existem vantagens para o cliente comprador. Vejamos, uma das preocupações deste cliente é o de estar a comprar bem, isto é, ao melhor preço possível e disponível no mercado, para isso, ele não quer ou não pode perder tempo em sites. Se tiver uma aplicação que lhe garanta uma informação de mercado real, retirando imóveis repetidos e dando uma informação correta das últimas baixa ou subidas de preço para se poder perceber se de facto se está a fazer uma boa compra face às características do mercado local, seria fantástico e se a isto tudo se acrescenta-se o aconselhamento de um profissional especialista da zona que pode ajudar o cliente comprador a fazer a melhor escolha para ele (de acordo com as suas necessidades, desejos e condicionantes), seria ainda melhor pois é sem dúvida uma proposta de valor acrescentado relevante e a base de um serviço de qualidade.

Na minha opinião, a Casafari é apenas o princípio da introdução da inteligência artificial ao serviço do mercado imobiliário. Em muito pouco tempo irão aparecer muitas mais ferramentas que modificarão para melhor todo o paradigma de oferta de serviço da área de mediação imobiliária, tornando a informação mais rápida, mas acima de tudo, mais confiável, citando o meu amigo Jorge Próspero, separando o trigo do joio.

2 respostas a “Um safari de casas

  1. Adorei o tema, realmente se tivermos esta ferramenta nos ajudaria muito.
    Principalmente se o cliente acreditasse que um especialista ajudaria muito.
    Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *